NOSSA REVISTA ON-LINE PRA VOCÊ!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

ORNARE APRESENTA REVESTIMENTO EM COURO SUSTENTÁVEL


Ornare, referência em armários e móveis de alto padrão para cozinha, sala de banho, home theater e closet, apresenta revestimento de couro ecológico, com o mesmo padrão de qualidade e estética, para interior e exterior dos armários e portas. A preocupação com o meio ambiente fez com que o couro ecológico, uma excelente opção ao natural, se tornasse um dos acabamentos mais elegantes no mobiliário Ornare. Produzido em poliuretano o produto é considerado ecologicamente correto, oferece suavidade ao toque e encanta o olhar.
O processo de produção segue os padrões de qualidade internacional e são cuidadosamente analisados na Ornare para garantia do produto final. Dessa forma, proporciona um caimento perfeito e delicado. Outra novidade é a logomarca criada pelo designer Ricardo Bello Dias com exclusividade, que está presente em seus produtos exclusivos, por meio do Pattern Ornare, imprimindo autenticidade e personalidade.
Todas as sobras de couros, seja ele natural ou ecológico da marca, são separadas e destinadas a ONGs voltadas à programas sociais para produção de brindes sustentáveis.

Sobre Ornare
Fundada em 1986, em São Paulo, pelos empresários Esther e Murillo Schattan, a Ornare investe no design, na criação de produtos únicos e sofisticados, e tem parcerias com os principais nomes da arquitetura e do design brasileiros. A alta tecnologia e qualidade sempre foram os preceitos básicos da Ornare, além de aumentar a qualidade de vida de seus clientes e priorizar a originalidade de seus produtos. Com 15 showrooms no Brasil e três nos EUA, a marca oferece soluções variadas em cozinhas, armários, home Office, salas de banho, sempre preservando o estilo e individualidade do cliente. 
Ornare aceda a www.ornare.com.br | www.ornare.com
Facebook Ornare Brasil: Ornare Móveis
Facebook Ornare USA: OrnareUSA

quarta-feira, 21 de junho de 2017

MASISA APRESENTA LANÇAMENTOS PARA JORNALISTAS


Na noite da última terça-feira, 20, o gerente de Tendências da Masisa, Solon Cassalconversou com jornalistas e influencers digitais sobre a participação da empresa, há 20 anos, na CASACOR Paraná e os novos padrões lançados em março de 2017. “Esse ano é nossa 20ª participação na CASACOR Paranáum marco para a parceria, pois é uma das mostras mais importantes de design e arquitetura do país. Nossa primeira participação foi em 1997, com o lançamento do MDF no Brasil”, afirmou Cassal,
Sobre os lançamentos, Cassal falou que a escolha dos novos padrões veio de encontro com o que arquitetos e marceneiros solicitavam à empresa. Segundo ele, os clientes precisavam de padrões mais coloridos para seus projetos. A coordenadora de Marketing & Comunicação da Masisa, Graziela Gomes, que também participou do bate-papo, falou sobre a inovação, marca registrada da empresa, e sobre o Masisa LAB, importante iniciativa desenvolvida no país de encubação de novos projetos de design e arquitetura .

A Masisa está presente em cinco ambientes na CASACOR Paraná: no Café, da decoradora Walkiria Nossol; na Loja da Casa, da arquiteta Eliana Cunha; na Churrasqueira Gourmet, dos arquitetos Maria Alice Crippa e Gustavo Assis; na Sala de Estar e Jantar, da arquiteta Viviane Loyola e no Studio Container , das arquitetas Carolina e Denise Leal Ribas. A CASACOR Paraná 2017 continua até o dia 16 de Julho, no Jockey Club Paraná.


Sobre a Masisa
Presente na América Latina, desde a década de 1960, a Masisa é a líder em produção em painéis de MDF no continente. Com presença em oito países e com dez unidades de produção, a Masisa atende todo o território Sul-Americano. 
No Brasil, a Masisa foi a pioneira na distribuição do Painel de MDF, trazendo o material da Argentina, sob a marca Fibro Fácil Masisa. Com o crescimento da demanda no Brasil, a Masisa buscou crescer ainda mais, inaugurando a fábrica de Ponta Grossa (PR), em 2001.O principal responsável por apresentar o MDF no Brasil foi o arquiteto Solon Cassal, que hoje é o gerente de Tendências da Masisa. Primeiro colaborador da Masisa do Brasil, Solon foi contratado em 1996 e foi o responsável pela introdução do produto no mercado brasileiro. Ele desenvolveu uma pesquisa junto ao Senai/Cetemo, de Bento Gonçalves (RS), que resultou em um Manual de Usos e Aplicações do MDF, além de realizar visitas às indústrias, palestras técnicas e eventos de lançamento. O produto foi um sucesso e a aceitação da indústria de móveis local foi imediata, o que foi decisivo para a vinda da Masisa para o Brasil.
 Fotografia: Kelly Knevels.


terça-feira, 20 de junho de 2017

MAGANHOTO E CASAGRANDE APRESENTAM HALL DE ENTRADA DA ARAUCO

Espaço assinado pelo escritório na CasaCor Paraná 2017 tem como destaque os lançamentos exclusivos da marca 

Sofisticação, sustentabilidade e tecnologia. Essas são as principais características que poderão ser vistas pelos visitantes da CasaCor Paraná 2017, no espaço da dupla Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande, em sua 11ª participação na mostra. Responsável por recepcionar os visitantes para o restante da exposição, o Hall de Entrada Arauco, traz elementos inspirados no design francês com leitura contemporânea e promete transmitir um ar intimista e elegante.

Com o mobiliário confeccionado com os lançamentos exclusivos da marca Arauco, Golden e Grafen, o hall de entrada contará com inspirações luxuosas, com uma pitada tecnológica. “Destacamos, principalmente, que o projeto terá um tom lúdico para quem chegar à exposição, principalmente devido aos materiais exclusivos, produzidos pela Arauco, para o nosso ambiente na Casa Cor Paraná 2017, o Golden e o Grafen. O primeiro será responsável por transmitir a ideia do luxo, do elegante e, o segundo por dar um toque tecnológico”, sinaliza o arquiteto Luiz Maganhoto.

A dupla desenhou grande parte do mobiliário e elementos que irão compor o ambiente, como painéis, teto e sistema de iluminação ― criados com os materiais da Arauco, provenientes de um programa de reflorestamentos e reutilização de matéria-prima, o que levará a sustentabilidade para dentro do espaço. “A ideia é transmitir a atualidade. Como estaremos na entrada da exposição, precisávamos surpreender os visitantes. Conseguimos isso por meio da tecnologia que, além de presente nos materiais da Arauco, estará também nas iluminações em LED que farão parte do design do ambiente. Além disso, incluímos a sustentabilidade, por meio das matérias- primas do mobiliário que desenhamos”, destaca o designer Daniel Casagrande. 
Revestimentos em 3D da Guaraúna, o piso do espaço, fornecido pela Pastilhart, e a iluminação composta por um grande lustre e arandelas em cobre, da Grey House Iluminação, também são destaque do ambiente da dupla.

A CasaCor Paraná estará aberta ao público até dia 16 de Julho no Jockey Club do Paraná, Av. Victor Ferreira do Amaral, 2299, Tarumã – Curitiba (PR).

Sobre Maganhoto e Casagrande Arquitetos Associados
O arquiteto Luiz Maganhoto, que completou 30 anos de carreira em 2016, e o designer Daniel Casagrande estão a frente do escritório Maganhoto e Casagrande Arquitetura, que por nove anos consecutivos esteve em primeiro lugar na premiação TOP 100 Kaza Paraná, uma homenagem aos arquitetos e designers mais atuantes e influentes em todo o território nacional. Os profissionais acumulam troféus e projetos notáveis e dentre seus feitos estão 600 clínicas espalhadas pelo mundo, além de inúmeros projetos residenciais.

Serviço: Maganhoto e Casagrande Arquitetura
Rua Dr. Ney Leprevost, 241 – Curitiba - PR
http://www.maganhoto.arq.br/
Fotografia: Nenad Radovanovic.

A MADEIRA EM DESTAQUE NA CASACOR PARANÁ


Katleen Luizaga apresenta Espaço Zen na CasaCor Paraná 2017: Espaço assinado pela designer de interiores é inspirado na Tailândia

Em sua estreia na Casa Cor Paraná 2017, a designer de interiores Katleen Luizaga, do escritório kl | interiores, assina o Espaço Zen. O projeto foi pensado para ser executado tanto em um espaço residencial quanto comercial pela sua característica funcional e estética. Segundo a designer, o ambiente é inspirado na Tailândia e valoriza o rústico sofisticado. “Optei por bases neutras, materiais naturais, volumetria e tramas para trazer aconchego e bem-estar. A madeira e o linho dão o tom de aconchego para o espaço”, explica.

O espaço de aproximadamente 20 metros quadrados foi dividido em duas áreas: uma sala de descanso e um local de spa. Além disso, ele conta com uma textura exclusiva feita pela artista plástica Marilene Ropelato. Entre os principais diferenciais do ambiente está o mobiliário solto em corda náutica na cor rami, da Lovato Móveis, com estrutura de alumínio e base de madeira cumaru. “A corda é fabricada com matéria-prima 100% virgem, de alta resistência aos raios ultravioleta, sendo indicada para área externa, e possui boa flexibilidade, além de poder ser reaproveitada para reciclagem com baixo impacto ambiental”, comenta Katleen.

Os seat gardens da Bali Design complementaram o ambiente. Uma peça multifuncional, o móvel pode ser usado como mesa de apoio ou lateral, puff, ou apenas como objeto de decoração. Para o projeto luminotécnico optou-se por uma iluminação embutida intimista, com pendente Ópis da Mantra em madeira natural com faces geométricas facetadas. Os nichos retroiluminados proporcionam o bem-estar no espaço. A Casa Cor Paraná está aberta ao público até o dia 16 de Julho, no Jockey Club do Paraná, na Av. Victor Ferreira do Amaral, 2299 - Tarumã, Curitiba. 

Trio de profissionais assina espaço de encontro na CasaCor Paraná: Praça CasaCor é um dos destaques da mostra, que este ano chega a sua 24ª edição
Madeiras, aço e dormentes compõem o ambiente Praça CasaCor, assinado pelas paisagistas Adriana Mosele e Melissa Saad Simioni e pelo engenheiro civil Peter Heinrichs Júnior, para a 24ª edição da mostra. Com aproximadamente 500m², a proposta do espaço é a de integrar vários tipos de materiais, como a madeira em suas diversas formas, o aço corten e uma rica mistura de plantas ornamentais.
Em sua essência, o projeto pode ser aplicado em residências de todos os tamanhos, prédios comerciais e residenciais e até chácaras com espaços para eventos. Segundo Peter, as principais tendências ressaltadas no projeto são o desconstrutivismo e a rusticidade com um toque contemporâneo. A luz indireta destaca a naturalidade da área. “Uma das características do ambiente é que a praça interage com o visitante e o espaço pode ser utilizado para descanso e lazer, com um deck convidativo”, comenta o engenheiro. Para os kids, o playground de madeira é perfeito para brincadeiras lúdicas ou novas amizades. 

O ar natural é reafirmado pelo verde, que contrastado com o aço corten do pergolado dá ao espaço um charme à parte. O corte a laser para melhor aproveitamento do aço, o beneficiamento de madeira e a iluminação em LED também fazem parte da decoração. “Os móveis foram escolhidos para combinar com o rústico moderno. São peças únicas com design diferenciado”, afirma Peter.


Sobre: O engenheiro civil proprietário da Madera Brasil, Peter Heinrichs Jr., já participou como expositor da Casa Cor Paraná realizada no Lar São Vicente de Paula com a casa da árvore, e participou como fornecedor em outras sete edições. Já as paisagistas estão pela primeira vez na mostra. Adriana Mosele também é historiadora da arte e sócia na empresa Lantana Projetos e Jardins, junto com Melissa Saad Simioni, também agrônoma.


Serviço:  
Casa Cor Paraná 2017
Até 16 de Julho
Jockey Club do Paraná
Av. Victor Ferreira do Amaral, 2299 - Tarumã, Curitiba -  PR

segunda-feira, 19 de junho de 2017

LOUNGE LINK MESCLA TECNOLOGIA COM SOFISTICAÇÃO E OBRAS DE ARTE NA CASACOR PARANÁ

Espaço conta com materiais nobres que se contrapõem com a sobriedade dos veludos
            
Os arquitetos Gisela Miró e Carvalho e Rafael Carvalho, da Miró e Carvalho Arquitetura, assinam o Lounge Link, com 55m², na CASACOR Paraná. Ele mescla a tecnologia com a sofisticação das obras de arte. Apresenta materiais nobres que se contrapõem com a sobriedade dos veludos, mármores e amadeirados com os revestimentos em cobre e a cor Greenery, tendências de 2017.
A atmosfera contemporânea dá o tom ao espaço que, mesmo estando dentro de um container, reforça o requinte de um living urbano e cosmopolita. O espaço conta com fachada envidraçada que permite a integração total dos espaços, tanto interior, quanto exterior. O uso do cobre como revestimento, o desenho da lareira e sua iluminação, além de papel de parede da marca francesa Élitois compõem com o painel com sistema moving wall.  



O mobiliário, como sofá e as poltronas, seguem uma linha orgânica, apresentando um formato curvilíneo. Estas peças são revestidas em veludo, o que agrega sofisticação e aumenta a sensação de aconchego ao toque. Eles optaram por usar uma mesa de centro em acrílico para gerar a sensação de amplitude e valorizar o tapete.

 O biombo atrás do sofá cria volumes que são valorizados pelo jogo de luz e sombra, bem como os reflexos em seus espelhos. A mesa de chá em laca cinza brilhante faz um contraponto com as cadeiras em camurça na cor marsala, que dão personalidade ao mobiliário.

As luminárias decorativas têm seu acabamento em cobre igual ao do bar, fazendo, assim, uma composição harmônica de um material que é tendência na decoração.

O projeto contempla um living e um bar, que pode ser adaptado tanto para o setor corporativo quanto residencial. O ambiente é caracterizado como uma área social, promovendo a integração das pessoas. O espaço conta com um painel moving wall, composto por múltiplos monitores de TV justapostos, que reproduzem uma única imagem ampliada. O sistema de som e iluminação são integrados por uma automação, junto com o controle de acesso biométrico e câmeras. Essas tecnologias permitem segurança e bem-estar. 

O ambiente conta com iluminação em led que, em conjunto com a automação, permitem a economia de energia. Os revestimentos em MDF são provenientes de madeiras de reflorestamento, assim como o mobiliário com certificação de proveniência, e uma lareira à álcool, pontuam a sustentabilidade.

A Mostra CasaCor Paraná se realiza até dia 16 de Julho, no Jockey Club Paraná, na Rua Vitor Ferreira do Amaral, 2299, no Tarumã, em Curitiba.  

Fotografia: Rodrigo Ramirez.
           






EM LONDRINA: Palestra apresenta as tendências de cores imobiliárias

Palestra apresenta as tendências de cores imobiliárias
Evento é promovido pela ABD-PR e será realizado em Londrina

A ABD-PR - Associação Paranaense de Designers de Interiores – Regional Paraná promove amanhã (20 de junho), a palestra “Tendência de Cores 2017”, com Tanara Gois, especialista em cores da Suvinil, a partir das 10 horas, na Leroy Merlin, em Londrina (PR). O coordenador acadêmico da Associação, Paulo Oliveira,  informa que os participantes irão conhecer o leque de cores da marca brasileira de tintas imobiliárias, que traz como tema a luz, dividido em três perspectivas: substancial (busca pelas raízes), complementar (silêncio e aconchego) e dinâmico (vitalidade e energia). O encontro é direcionado a designers de interiores e acadêmicos. 
Serviço: Palestra “Tendência de Cores 2017”, com Tanara Gois
Dia: 20 de junho, a partir das 10 horas
Local: Leroy Merlin (Av. Thedoro Victorelli, 6501) – Jardim Helena – Londrina - PR
Informações: www.abd.org.br

ORNARE INAUGUROU SHOWROOM EM CURITIBA

Há 31 anos no mercado da arquitetura, design e decoração, a marca referência em móveis sob medida de alto padrão inaugurou seu showroom na capital paranaense na última terça-feira (13)

No ano em que inicia uma nova década de história, Ornare, referência em móveis sob medida de alto padrão para cozinha, sala de banho, home theater e closet, inaugurou seu showroom em Curitiba-PR. Sob o comando das franqueadas Cláudia Bazan de Magalhães e Luciana Bazan, o espaço recebeu, na última terça-feira (13), profissionais de renome das áreas de arquitetura, decoração e design para o evento de abertura.

Estiveram presentes no evento os fundadores da Ornare, o casal Esther e Murilo Schattan, que ressaltaram que o projeto de abrir um espaço da marca na capital paranaense estava sendo pensado há muito tempo. “O showroom em Curitiba era um sonho antigo. Queríamos expandir, mas procurávamos alguém com o perfil Ornare. Assim que a Cláudia e a Luciana apareceram, discutimos o projeto e vimos que elas eram reconhecidas no meio e que possuíam o que era necessário para representar a marca.”, contou Murilo.

Atendimento individualizado
A sócia Cláudia Bazan de Magalhães foi quem se apaixonou primeiro pelo conceito da marca, atuante no mercado de design de luxo das Américas. Ela e seu marido, José de Magalhães Neto, estudaram a possibilidade da expansão Ornare para Curitiba, e, consequentemente, de suprir uma demanda do mercado.

O showroom é um espaço no qual é possível dar ao cliente um atendimento individualizado, com hora marcada, apresentando a ele todos os detalhes do mobiliário e uma noção da casa como um todo.”, ressaltou Cláudia. Luciana pensa no showroom justamente como uma possibilidade de inspirar os arquitetos. “Visitando o espaço, o profissional consegue ver como é uma casa toda revestida por mobiliário Ornare. A visita fica a critério do arquiteto, que pode permanecer o tempo que quiser conferindo as peças”, explicou a franqueada Luciana.

Wide Line
            Localizado no Centro Empresarial Eng. José Joaquim, na Al. Carlos de Carvalho, o showroom possui mobiliário da nova linha da Ornare, a Wide Line, desenhada por Ricardo Bello Dias e Studio Ornare. A coleção foi criada para revestir e decorar a casa como um ambiente único, conectando todos os espaços e dando amplitude à residência. São opções para banheiros, cozinhas, closets, armários e revestimentos, com uma ampla gama de cores, materiais e acabamentos. Pensada para proporcionar conforto, a coleção conta com sistemas de correr, revestimentos de linho e couro, prateleiras iluminadas, entre outros benefícios. “Pensamos em oferecer mais qualidade de vida ao cliente, aliando tecnologia e inovação para aperfeiçoar nossas peças”, declara a fundadora da marca Esther. No showroom estão presentes mobiliários de outras linhas que foram repaginados para conversarem entre si e criarem um ambiente harmônico.

Atuação
Atualmente, a empresa apresenta sua unidade fabril de 15.000m² em Cotia (SP), com showrooms em Salvador, Brasília, Rio de Janeiro, Recife, Ribeirão Preto, São Paulo, Santo André, Santos, Cuiabá, Campinas, Goiânia e Belo Horizonte, além de Curitiba, a ser inaugurado neste mês. Nos Estados Unidos, os showrooms ficam localizados em Miami, Nova Iorque e Dallas. Ornare também exporta para todos os países das Américas, além de Europa e África.

Sobre Ornare
Fundada em 1986, em São Paulo, pelos empresários Esther e Murillo Schattan, a Ornare investe no design, na criação de produtos únicos e sofisticados, e tem parcerias com os principais nomes da arquitetura e do design brasileiros. A alta tecnologia e qualidade sempre foram os preceitos básicos da Ornare, além de aumentar a qualidade de vida de seus clientes e priorizar a originalidade de seus produtos. Com 15 showrooms no Brasil e três nos EUA, a marca oferece soluções variadas em cozinhas, armários, home Office, salas de banho, sempre preservando o estilo e individualidade do cliente.

SERVIÇO: Ornare Curitiba
Al. Dr. Carlos De Carvalho, 555 – Edifício Eng. José Joaquim, conjuntos 51-52. - Curitiba - PR 
Site Brasil: www.ornare.com.br
Site Internacional: www.ornare.com
Facebook Brasil: Ornare Oficial
Facebook EUA: Ornare USA
Instagram Curitiba: @OrnareCuritiba
Twitter: Ornare Oficial
Youtube: Ornare
Snapchat: Ornare Moveis
Spotify: Ornare Móveis

quinta-feira, 15 de junho de 2017

ARTEFACTO CURITIBA PARTICIPA DA CASACOR PARANÁ

  
ARTEFACTO Curitiba participa da mostra com novidades para 2017

A Artefacto Curitiba, mais uma vez participa da CasaCor Paraná, que chega a sua 24ª edição. Neste ano serão quatro espaços com mobiliário exclusivo e lançamentos da nova coleção, que está sob a consultoria de Patricia Anastassiadis. As novidades ampliam o já consagrado catálogo da marca, remixando ocidente com oriente (e muita brasilidade!) em móveis e acessórios que são absolutamente atemporais. Os espaços são assinados por Margit Soares, Michele Krauspenhar, Gisela Carnasciali Miró e Rafael Carvalho e Renata Pisani. Confira:

Margit Soares – Garagem Renault  
Um espaço sofisticado que reforça a ideia de receber amigos. É dessa forma que Margit Soares define a Garagem Renault. Com paredes e teto encapados em madeira nogal champagne, o ambiente alterna as profundidades para dar um efeito diferenciado. Tudo isso para destaca o carro Renault Captur, elegante em todos os detalhes. O toque de sofisticação e bem estar ficam por conta do uso de tramas naturais, como o linho e o sisal, presentes no mobiliário. Destaque para o Módulo Maddox de linho Leblon Greige e para a mesa de centro Siena.   
                                                                 

                                                                                             Garagem Renaul | Crédito: Daniel Sorrentino.

Michele Krauspenhar – Suíte da Moça  
A Suíte da Moça, projetada pela arquiteta Michele Krauspenhar, é inspirada numa mulher no início da carreira e da vida adulta. Cheia de sonhos e projetos para realizar. Uma mulher atual que gosta de arte, leitura e moda. Por isso, o ambiente preza pela funcionalidade, conforto e beleza. A cama, integrada com a área de estudo, foi planejada com a cabeceira Framed em tecido ratier. O espaço tem ainda estar, armários e área de banho, com linhas retas e cores suaves. Na cartela de cores, predominam nude, cinza e dourado com algumas pinceladas de tons pastel. A leveza das linhas é complementada pelo acabamento refinado. Destaque também para o criado Gio, com formas, com formas arredondadas e tampo de cristal.
Suíte da Moça.  Crédito:Daniel Sorrentino. 
Gisela Carnasciali Miró e Rafael Carvalho – Lounge Link  

O Lounge Link, projetado por Gisela Carnasciali Miró e Rafael Carvalho, contempla um living e um bar, que pode ser adaptado tanto para o setor corporativo quanto residencial. A atmosfera contemporânea dá o tom ao espaço que, mesmo estando dentro de um container, é requintado e cosmopolita. A fachada envidraçada permite a integração do interior e exterior num projeto que mistura a tecnologia com a sofisticação das obras de arte. Destaque para o uso materiais nobres que contrapõem com a sobriedade dos veludos – usado no sofá Argand e na poltrona Belgravia – mármores e amadeirados com os revestimentos em cobre e a cor Greenery, tendências de 2017.
O revestimento em cobre, o desenho da lareira e sua iluminação, além de papel de parede da marca francesa Élitois compõem com o painel com sistema moving wall. O biombo atrás do sofá cria volumes que são valorizados pelo jogo de luz e sombra, bem como os reflexos em seus espelhos. A mesa de chá Hanna em highgloss cinza brilhante faz um contraponto com as cadeiras Flicker em camurça na cor marsala, que dão personalidade ao mobiliário.

                                                                     Lounge Link| Crédito: Daniel Sorrentino.  

Renata Pisani – Lounge Avex 
Segundo a arquiteta, a inspiração para a concepção do Home Cinema Avex, foi uma área de convívio para reunir familiares, receber amigos, assistir filmes e escutar música. A proposta é uma sala multifuncional, o coração da casa, um ambiente agradável e acolhedor. No espaço, a profissional priorizou o conforto e no mobiliário solto destaque para o sofá Maddox em L com módulos componíveis, e a composição da mesa de centro Lucca em mámore Carrara, forte tendência em Milão. Para o projeto luminotécnico, a arquiteta utiliza iluminação indireta, criando cenas diferenciadas por meio da automação. Priorizando o conforto, Renata fez o lounge com poltronas giratórias DIV II, que servem tanto para assistir TV de forma confortável, quanto para tomar um drink próximo a adega de vinhos e cervejeira. Destaque, ainda, para a chaise long Brasilia, em ratier de linho natural.

Lounge Avex | Crédito: Daniel Sorrentino.  

Sobre a CASACOR
A mostra paranaense da CASACOR chega à sua 24ª edição e, em 2017, destaca como espaço o Jockey Club do Paraná. A proposta deste ano é o “Foco no Essencial” apresenta 42 ambientes com a participação de 62 profissionais da arquitetura, decoração, design e paisagismo.
Fiel a seu compromisso de recuperação do Patrimônio Arquitetônico de Curitiba, CASACOR Paraná escolheu para sede deste ano o icônico imóvel que iniciou a história do Jockey Club do Paraná. O projeto conta com um retrofit do imóvel histórico, patrimônio protegido por Tombamento Estadual, onde são apresentados ambientes residenciais e, aproveitando os espaços originais, áreas de Gastronomia, para implantar o Café e Resto-Bar, ambientes tradicionais e esperados pelo público da CASACOR.

Serviço:  Mostra CASACOR PARANÁ 2017
Local:  Jockey Club do Paraná
Endereço: Av. Vitor Ferreira do Amaral, nº 2291, Tarumã – Curitiba – Paraná
Período: De 4 de Junho a 16 de Julho de 2017.
Horários de Visitação
·        Segunda-feira não terá exposição
·        Terças a sextas-feiras: das 15h às 21h
·        Sábados e feriados: das 13h às 21h
·        Domingo: das 13h às 19h
Ingressos: R$ 46,00 (inteira) / R$ 23,00 (meia)

Clube do Assinante Gazeta do Povo: R$ 33,00.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

ARQUITETO MANOEL DORIA FALA NA ACP PRA VAREJISTAS



  O profissional fará palestra sobre a arquitetura de empreendimentos multiuso
O avanço dos espaços multiusos na arquitetura é um dos assuntos a serem abordados na palestra que o arquiteto Manoel Doria, da Doria Lopes Fiuza Arquitetos Associados, fará no dia 13 de Junho, às 8h, na Associação Comercial do Paraná (ACP), em Curitiba. Ele participa do encontro “Como a arquitetura pode alavancar o seu negócio”, promovido pela Plataforma ARQTTO. 
  
Doria vai mostrar como edifícios corporativos, hotéis, centros médicos, instituições de ensino, supermercados, entre outros empreendimentos podem ser objetos de estudo para a viabilização de um shopping center – e para a melhor experiência do usuário dentro desses espaços. "Os grandes projetos deste segmento têm a arquitetura como principal âncora”, afirma.

A palestra dessa terça-feira, dia 13 conta ainda com os arquitetos Pedro Sunye, Lucas Issey, Juliana Lahóz e Keiro Yamawaki. O evento é gratuito. Para participar basta enviar um email para escoladecomercio@acp.org.br e fazer a inscrição. A Plataforma ARQTTO tem o apoio do IAB/PR (Instituto de Arquitetos do Brasil Departamento do Paraná) e da ASBEA/PR (Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura do Paraná).

SERVIÇO: Como a arquitetura pode alavancar o seu negócio
Data: 13 de junho - terça-feira, às 8 horas
Local: Associação Comercial do Paraná (ACP)
End.: Rua XV de Novembro, 621, Centro, Curitiba/PR.
Mais informações:  Página do evento no Facebook.
O evento é gratuito e aberto ao público, mediante inscrição pelo email escoladecomercio@acp.org.br.
*Imagens: Arquivo Doria Lopes Fiuza*

sexta-feira, 9 de junho de 2017

ADEGA NA MEDIDA CERTA NA MOSTRA EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ




Ana Claudia Guerra e Phillippe Siarcos, que assinam a Sala da Adega na Casa Cor Balneário Camboriú, dão dicas de como montar um espaço para acomodar as bebidas em casa

O vinho caiu no gosto dos brasileiros e a tendência é que o consumo só aumente com o passar dos anos. O hábito também causou transformação nos lares. É o que confirma a dupla Ana Claudia Guerra e Phillippe Siarcos, do Guerra Siarcos Arquitetura. "Está em constante crescimento a inclusão de adegas em casa, independente do espaço disponível. O mercado hoje oferece equipamentos climatizados com capacidade de armazenar de 8 até 200 garrafas. Se a pessoa for um iniciante apreciador pode começar com uma adega de até 24 garrafas. Opções não faltam", comentam.

Eles exploraram o tema na "Sala da Adega", ambiente em exposição na Casa Cor Balneário Camboriú, onde propõem um living equipado com todas as operações e conforto para degustador nenhum botar defeito. Em uma área de 105m2 concentraram adega, lounge, bar de apoio e uma sala de estar generosa. Um espaço dos sonhos, porém a dupla - pé no chão - afirma que metragem não é problema, e sim solução.  

"O tamanho vai depender do acervo do cliente, mas é importante prever as futuras compras, os vinhos de coleção, os que deverão ficar armazenados por mais tempo e os que são degustados com mais frequência. Isso influenciará no tamanho e na setorização da armazenagem dos rótulos. Outro fator importante que influenciará bastante é a localização da adega, a preferência é por um local específico e isolado para armazená-la ou deixá-la à mostra, integrada ao lounge, ou living, ou sala de jantar. Fazendo assim parte da decoração da casa", explica Ana. 



A dupla também aconselha a utilização de materiais naturais e duráveis - como pedra e madeira -, que ajudam na conservação das bebidas. "No ambiente optamos pela madeira natural Rovere da Dell Anno no forro e base, revestimento  Box Platinum em mármore Preto Nero da Mosarte nas paredes e no piso madeira Peroba Mica escovada. Para os suportes das garrafas criamos estruturas em ferro com banho dourado afastadas da parede, que abrigam as bebidas levemente inclinadas para manter a rolha sempre em contato com o vinho, usamos porta de correr em vidro incolor para deixar a coleção à mostra". 

A temperatura é alma da adega. E deve ser mantida fria em torno de 12 a 18ºC com oscilações de até 0,5ºC, para não comprometer o processo de envelhecimento do vinho. Em locais mais quentes, os profissionais alertam para a necessidade do uso de condicionadores de ar específicos. 


"A umidade relativa do ar adequada é em torno de 70%. E na iluminação deve-se optar pelas lâmpadas de baixíssima potência. Usamos iluminação indireta bem sutil com fitas de led voltadas para a parede de mármore, embutidas no forro com lâmpadas MR11 led, pontuando as garrafas para auxiliar na escolha dos rótulos", explicam os profissionais. Eles compartilham mais dicas sobre o assunto abaixo:

1) Um canto sem uso pode virar uma adega bem bacana e funcional, uma área de 1,00 x 1,50m já acomoda no mínimo 60 rótulos. O  ideal seria integrar a adega com o jantar, living ou gourmet, fazendo dela um elemento de destaque na decoração do espaço;
 
2) Priorizar materiais nobres e naturais - como pedras e madeiras - nos revestimentos das superfícies da adega. Tons sóbrios sempre conversam com os rótulos, aquecendo e criando atmosfera acolhedora;
 
3) O armazenamento das garrafas pode ser em suportes individuais com estruturas leves e afastadas da parede, como as estruturas em ferro com banho dourado que desenhamos para a Casa Cor, dando um ar mais moderno e saindo dos tradicionais nichos de madeira. Além de evidenciar cada garrafa, permite fácil observação dos rótulos, otimizando espaço e boa circulação de ar. Uma dica funcional é deixar as garrafas levemente inclinadas (angulação de   13º) , permitindo que o vinho fique em contato com a rolha, ajudando na conservação e mantendo a borra no fundo da garrafa;
 
4) A função da adega, espaço destinado ao armazenamento do vinho, é mantê-lo na temperatura adequada, cumprindo uma função quase obrigatória para quem aprecia a degustação da bebida. As adegas devem ficar em locais onde não haja incidência direta de luz, distantes do calor e da umidade. A temperatura deve ficar entre 12 a  18ºC com o uso de condicionador de ar específico para o local, mantendo os níveis exatos de temperatura e umidade;
 
5) A iluminação deve ser sutil, as lâmpadas de led são ideais por não aquecer o ambiente. Outra ideia bacana para quem comporta muitos exemplares é optar por um sistema eletrônico de localização, no qual cada rótulo é cadastrado no sistema e quando escolhido, uma luz de led indica a localização;
 
6) Há ainda a opção das adegas climatizadas que podem abrigar de 8 a 50 garrafas de vinho, instaladas em locais estratégicos perto da sala de jantar ou gourmet, inseridas em nichos próximos ao buffet ou a bancada;
 
7) O mais importante é saber que a decoração de uma casa reflete a personalidade do seu dono e para os amantes da bebida, o vinho e seus assessórios quando inseridos na decoração, projetam o gosto refinado do morador.