NOSSA REVISTA ON-LINE PRA VOCÊ!

terça-feira, 31 de maio de 2016

O TAPETE IDEAL PARA QUARTO DE BEBÊ

O tapete adequado traz vida, aconchego e sofisticação para o décor sem prejudicar a saúde

Ao decorar o quarto de um filho é fundamental pensar além da decoração e partir também para o quesito praticidade. Por isso, entre as várias preocupações dos pais, a escolha dos acessórios corretos é um dos quesitos mais dispendiosos para criar um ambiente bonito e ao mesmo tempo seguro.
São vários os cuidados necessários para arrumar esse importante ambiente e, embora a decoração seja um dos aspectos mais animadores, as atenções devem voltar-se principalmente para o respeito à saúde da criança, priorizando a escolha de itens de fácil higienização.
De acordo Marise Prosdocimo Izique, arquiteta e sócia da Murall Estamparia, boa parte dos pais, principalmente aqueles de primeira viagem, preocupam-se com a escolha do tapete ideal para o quarto do pequeno, a fim de prevenir e remediar eventuais crises alérgicas e também viroses. “ Acredito que escolha mais adequada deve levar em conta o conforto, as necessidades do bebê e a personalidade que o proprietário deseja dar ao ambiente.”, completa.
Diante de tantas recomendações, muita gente tem receio de decorar esse espaço, mas a profissional alerta que isso não deve ser motivo para abrir mão do uso desse acessório, afinal, o mercado disponibiliza uma grande variedade de tapetes antialérgicos, com menos camadas de tecidos e com menor propensão para acúmulo de pó.
A arquiteta Viviane Loyola comenta que os tapetes funcionam como a base estrutural de um ambiente, proporcionando harmonia e funcionalidade ao cômodo, além de serem excelentes aliados na decoração e na demarcação de espaços. “Os tapetes são bem importantes e funcionais para casas com pisos frios, como pedras e mármores. Em geral, eles refletem a descontração e a criatividade de um ambiente, quebrando toda a seriedade que possa existir. ”, explica.
Outros destaques do uso dos tapetes é o aspecto aconchegante e seguro que podem propiciar ao projeto de interiores, por meio dos seus mecanismos antiderrapantes, por exemplo. “Quando utilizado no  revestimento de pisos escorregadios, a peça evita possíveis deslizes e acidentes maiores.”, explica Viviane Loyola.
Apesar dos benefícios e da flexibilidade que traz à ornamentação, o tapete exige limpezas frequentes, para que não represente incômodos às crianças, que passarão muito tempo nesses espaços brincando. “Segurança e praticidade são apenas algumas das características essenciais para construir um local prazeroso para os pequenos.”, finaliza a arquiteta.
Ambientação com tapete da Murall Estamparia.

                                   Ana Carolina Boscardin e Edgard Corsi para a mostra Sonhos de Ninar 2015
                                    oto de: Marcelo Stammer.

Nenhum comentário: