BNDES RENOVA PROGRAMA DE INVESTIMENTO

BNDES renova programa de 
apoio a investimentos em design 
com orçamento de R$ 1 bilhão
30.06.15

·        Nova versão do Programa BNDES de Apoio a Investimentos em Design, Moda e Fortalecimento de Marcas (BNDES Prodesign) vigorará até 2016

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) renovou o Programa BNDES de Apoio a Investimentos em Design, Moda e Fortalecimento de Marcas (BNDES Prodesign). Com adição de R$ 1 bilhão ao seu orçamento, o programa foi prorrogado até 31 de dezembro de 2016, sob novas condições. 

A medida se deve à demanda por recursos, que tende a superar a atual dotação orçamentária, de R$ 500 milhões, antes do fim do prazo de vigência do programa, marcado inicialmente para 31 de dezembro de 2015. 

O BNDES Prodesign apoia investimentos em design, moda, desenvolvimento de produtos, diferenciação e fortalecimento de marcas em projetos de investimento de diversas cadeias produtivas. 

Desde o início, o programa atende a indústrias de roupas, tecidos, calçados, móveis, higiene pessoal, perfumaria, cosméticos, utilidades domésticas, brinquedos, metais sanitários, joias, relógios, embalagens, eletrodomésticos e revestimentos cerâmicos. 
Na nova fase, foram incluídos também os fabricantes de óculos, malas, bolsas, acessórios de moda, materiais esportivos, louças sanitárias e outros acabamentos para construção civil, contemplando também os segmentos de serviços e comércio associados.
Os recursos em TJLP passam a ser limitados a um máximo de R$ 30 milhões por grupo econômico a cada 24 meses. No caso das empresas varejistas, as novas condições exigem que seja observado o percentual mínimo de 60% de conteúdo nacional. 

Balanço – Em cerca de um ano e meio em vigor, o BNDES Prodesign já aprovou 15 operações, somando R$ 364,8 milhões em financiamentos. Das empresas beneficiárias, nove não tinham relacionamento anterior com o Banco. Considerando-se as propostas em consulta e análise, a carteira do programa reúne 20 projetos apoiados, das quais 13 são de clientes novos, no valor total de R$ 473,2 milhões.

Fonte: BNDES.

Comentários