TECIDOS DE VERÃO PODEM DEIXAR SUA CASA MAIS CONVIDATIVA PARA A ESTAÇÃO

Com algumas alterações sua casa pode ficar fresca e super convidativa para a estação mais esperada do ano

 
Ambiente de Angela Russi.
O Verão está aí, com temperaturas mais altas, astral lá em cima, cores e texturas leves. Além de ser uma época de festas e confraternização, o verão também lembra casa aberta, férias e diversão. E nada mais gostoso do que receber amigos e celebrar em espaços com tecidos leves, que trazem conforto térmico e são bem convidativos. O linho é certamente uma das grandes escolhas para este verão. Prático e versátil, ele pode ser aplicado em estofados e também utilizado como capa em várias peças do mobiliário. “Os tecidos mais apropriados para uso no verão são aqueles que têm aspecto fresco e confortável, como o linho e o algodão – indicados para uso interno na decoração. Já os tecidos de composição sintética e acrílica (acrílico, poliester e viscose) são indicados para áreas externas como piscinas e varandas, pois resistem ao sol sem perder a cor e não absorvem umidade”, orienta Ingrid Moskalewski, gerente da Artefacto Curitiba.

       Para mudar o espaço sem grandes reformas a sugestão é usar capas de cores diferentes. Grandes aliadas da decoração, as capas trazem conforto e casualidade, permitem a retirada para limpeza e muitas opções de cores e tecidos. “Hoje temos modelos com caimentos incríveis, com pregas e costuras perfeitas. Uma boa opção é o algodão que vem com mais conforto ao toque e possibilita tecidos de tramas e texturas variadas”, completa Ingrid. Almofadas, obras de arte, cortinas e outras peças de destaque também ajudam a mudar o espaço e deixá-lo mais arejado e alegre. As paredes podem ser trabalhadas com pintura, tecido ou ainda papel de parede. Outra ideia é utilizar revestimentos naturais como bambu e madeira.

Ambiente de Margit Soares.
      As cores claras são excelentes possibilidades. O branco, além de trazer frescor, serve como uma base neutra e permite que outras cores aconteçam sobre ele. O azul marinho, além de ser um clássico, está em grande forma e uso nos interiores. Para pequenos detalhes ou para espaços inteiros ele faz ótima combinação com branco e com o natural. “Ele é o novo preto e pode ser utilizado tanto no verão como no inverno”, conta Ingrid. O verde aqua – opção mais calma e leve para o verão – cai bem com bege e tons mais diluídos de verde.  E o laranja em diversas tonalidades (desde o coral ao laranja vivo) aquece e levanta o astral da casa pela sua vibração. Pode ser coordenado com branco e natural ao mesmo tempo.  
       Cortinas e almofadas completam o espaço e podem fazer a diferença no “clima” da casa. No caso das cortinas, os tecidos mais indicados são os sintéticos e acrílicos, devido à resistência e durabilidade da cor. Os tecidos em fibras naturais também podem ser utilizados desde que colocados com forro para reduzir o desgaste da luz solar. No caso das almofadas a ideia é usá-las com capas removíveis, que podem ser coloridas, estampadas, com composição de dois ou mais tecidos. A aplicação de rendas ou tricot trazem mais texturas para a composição do ambiente.
 
Ambiente de Marcelo Lopes.
 Tecidos Artefacto
A Artefacto possui uma área exclusiva para venda de tecidos, com mais de 240 opções, entre elas linho, algodão, seda, veludo, tricot, ratier, bouclê, jacquard, chenille, organza, gaze de linho, lona etc. “Nessa pegada mais verão temos também tecidos mistos de linho com algodão e viscose, que possuem maior resistência na cor, e o ratier bouclê valência, ratier san marino, salinas mescla natural e o panamá havanna, que oferecem conforto, resistência e excelente caimento”, comenta Ingrid. 
O estoque é de pronta entrega com prazo de cinco dias e a Artefacto disponibiliza uma bandeira de tecido com 2m de comprimento e 1.30m de largura para que o cliente possa enxergar o desenho, toque e caimento. A equipe, treinada e especializada no assunto, pode indicar o melhor tipo de tecido para cada necessidade.
Um dos grandes lançamentos deste ano foi o tecido tricot provance natural, com aspecto de renda artesanal e que pode ser utilizado em xales e cortinas. A sua composição de 58% linho 30% viscose e 12% poliester permite alta resistência e durabilidade com aspecto natural e aconchegante.  

Comentários

Postagens mais visitadas