ARQUITETA PRISCILLA MÜLLER EXPÕE NA 13ª MOSTRA ARTEFACTO CURITIBA

As cores utilizadas no ambiente, batizado de “Voyage Gris”, foram planejadas de acordo com as últimas tendências do universo do decór

Ferramentas “faux” também dão um toque especial à composição

Se antes a utilização do cinza na ambientação era feita com muita moderação, atualmente a cor tem ganhado destaque nos principais projetos de decoração ao redor do mundo. Tida como uma das tendências em 2014, o tom que remete à independência e sugere modernidade foi o escolhido para dar a base de cor ao projeto da arquiteta Priscilla Müller para a 13ª Mostra Artefacto Curitiba, inaugurada no último sábado, 07 de junho. Nessa edição da mostra, cada profissional participante fará uma homenagem a uma personalidade, sendo o governador do Paraná, Beto Richa, o homenageado da arquiteta. A mostra ficará aberta até 2015, quando dará vez à nova edição.

Assim como o azul que veio para reinar em 2014, o cinza veio para substituir os tons neutros de base e trazer uma cor mais moderna para o fundo”, aponta Priscilla Müller. Além disso, como principal inspiração para criar o ambiente Voyage Gris, a arquiteta utilizou ferramentas faux, que recriam espaços requintados e modernos com mais praticidade.

                Para que o living se tornasse multifuncional e atrativo a todos os públicos, Priscilla Müller compôs um layout inusitado, para a disposição de móveis como sofás, aparadores, mesas de apoio, bancos e poltronas. Para dar um toque mais personalizado, juntou o linho e o couro à madeira dos sofás e aparadores, além do metal. “Cada projeto é pensado isoladamente e com atenção. A partir desse projeto os visitantes poderão ter ideias para criar um ambiente que una o living a um espaço de convivência”, destaca Priscilla Müller. 

Como recursos tecnológicos, a arquiteta utilizou a Faux Boiserie (uma espécie de moldura de poliuretano, aplicada na parede) e iluminação pontual, focando alguns objetos de destaque e dando o toque contemporâneo. A SIM Galeria forneceu objetos da série “Pintura Vazia” e duas pinturas do artista plástico Paolo Ridolfi. Completam o espaço fotografias da série “Abandono”, de Davi Peixoto, boiseries (revestimento francês típico do século XVIII, que emoldura as paredes) do Espaço Goya, mármore Travertino Negro, da NPK Mármores, tapete Boresh da Tabriz e peças do Antiquário Cristiano Ross (estátua de mármore, candelabros, vasos, cachepôs e estátua de bronze). O toque de design aparece nas duas luminárias Lampe Gras, da Interpam Iluminação. Criadas em 1922 pelo designer francês Bernard-Albin Gras, inicialmente para uso em escritórios e ambientes industriais, essa série de luminárias permanece atual até os dias de hoje.

            A obra do ambiente foi executada pela ION Engenharia, com a rapidez e cuidado necessários para um evento de decoração, e a colocação dos mármores ficou sob a responsabilidade da DMP Mármores. Para finalizar o decór, arranjos de orquídeas denfale na cor pink, da florista Tina Gabriel, deixam o ambiente mais elegante.

Após a inauguração, os ambientes da Mostra Artefacto podem ser visitados de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e, aos sábados, das 10h às 14h, na loja Artefacto Curitiba, na Rua Comendador Araújo, 672, bairro Batel.

Crédito das imagens: Diego Pisante.

Serviço:  13ª Mostra Artefacto Curitiba
Horário: de segunda a sexta, das 10h às 19h e aos sábados, das 10h às 14h
Endereço: Loja Artefacto Curitiba - Rua Comendador Araújo, 672 | Batel | Curitiba 


Comentários

Postagens mais visitadas