CANDIDATURAS PARA ESTUDAR ARTES E ARQUITETURA NA FRANÇA


 
Candidaturas abertas para estudar artes e arquitetura na França
O processo de candidatura é online e deve ser feito até o dia 28 de Fevereiro de 2020
Estão abertas as candidaturas para cursos nas áreas de artes e arquitetura na França via plataforma CampusArt. O processo de candidatura é online e deve ser feito até o dia 28 de fevereiro de 2019.
 
O CampusArt reúne 163 instituições de ensino superior nas áreas de design, artes plásticas, moda, cinema, música, arquitetura, multimídia, design de interiores e patrimônio. No catálogo do site é possível encontrar mais de 600 formações nos níveis classes préparatoires, Licence (graduação), Master, post-Master e Doctorat.
 
Como se candidatar
Através de um dossiê online, o candidato pode indicar de três a sete formações de seu interesse. Devem ser incluídos documentos e informações sobre seu percurso acadêmico, projeto de estudos e domínio do idioma.
 
O processo de candidatura é gratuito, e o estudante paga uma taxa de 300 euros apenas se aceitar a proposta de inscrição de uma escola ou universidade. 
 
28 de fevereiro de 2020 Prazo final para preenchimento do dossiê online
28 de fevereiro a 15 de março
Período para realização de eventuais entrevistas online e divulgação dos resultados das pré-inscrições
15 de março a 15 de abril Respostas dos candidatos, na plataforma CampusArt, às propostas de pré-inscrição enviadas pelas instituições
15 de abril de 2020 Prazo para escolher a formação
 
Vale lembrar que o processo de candidatura via CampusArt não substitui o processo pré-consular para obtenção do visto de permanência estudantil, após sua admissão na instituição francesa. Leia aqui um tutorial de como fazer o procedimento pré-consular. 
 
O que é o CampusArt
O CampusArt reúne 163 instituições privadas e públicas de ensino superior nas áreas de design, artes plásticas, moda, cinema, música, arquitetura, multimídia, arquitetura interior e patrimônio. A rede é organizada pelo Campus France, com apoio dos ministérios franceses de Educação Nacional, de Cultura e pela ANdÉA (Associação Nacional das Escolas Superiores de Arte)

Comentários