ARTISTA DE CURITIBA PARTICIPA DA MOSTRA D&D COM ATELIÊ EM TRÂNSITO


Mostra apresenta 10 novas e inusitadas obras da artista

Se realiza até o dia 22 de Setembro a exposição "Ateliê em Trânsito", da artista plástica Sila Lima. Na mostra, a artista aproxima o observador do espaço onde cria suas obras de arte, uma possibilidade única e hermética, de apresentar imagens, que refletem o acúmulo espontâneo e efêmero das tintas ao longo de anos de intenso trabalho.

Atuante em diversas vertentes das artes visuais, a pintura abstrata é a principal atividade da artista. Autodidata incansável, criou e aperfeiçoou, ao longo de 17 anos, suas técnicas próprias de pintura, produzindo tanto obras com aquarelas e veladuras sobrepostas, como em camadas excessivas de tinta, sempre criando efeitos de luz e textura, através da reação química entre diferentes tintas incompatíveis. Para isso, Sila não utiliza cavaletes e raramente usa pincéis. Ela desenvolve seu trabalho com a tela sobre o solo, acocorada, enquanto os movimentos corporais acionam a gravidade e intensificam reações.
Os vestígios impregnados no espaço, no chão ou em painéis de madeira, apresentam composições únicas muito ricas em significado. Eles contam a história de sua trajetória, revelando assim a intimidade de seus processos de criação e seus erros, acidentes, cicatrizes e movimentos decorrentes do gestual que acompanha seu trabalho.

 "Ateliê em Trânsito" convida a olhar para o detalhe, para os rastros inerentes às experiências e suas consequências ao longo do tempo, apresentando abstratos não construídos ou planejados, mas sim um registro da efemeridade de um espaço criativo, que diariamente muda conforme sua produção.

Para essa mostra a artista inova e apresenta uma nova forma de impressão. Todas as telas foram fotografadas por Sila e impressas pela Pormade, líder em portas no Brasil, com sua nova mais nova tecnologia de impressão de alta definição. Foram mantidos em alguns trabalhos as dimensões de 90 x 210 cm inerentes às portas, como uma maneira de retratar com mais veracidade a realidade do ateliê, já que as telas, quando não estão no solo, estão secando em 'mesas' improvisadas com tampos de portas apoiadas sobre cavaletes.

Sobre SILA LIMA
A arte é influência marcante desde a infância,  com a convivência da avó ceramista e da mãe, professora de pintura. Cursou aquarela dos quatro aos sete anos e estreou sua primeira exposição. Autodidata incansável, aperfeiçoou suas técnicas de pintura por 17 anos, trabalhando ora improváveis aquarelas e veladuras, ora camadas de tinta excessivas, tendo como ponto alto da pesquisa a reação entre tintas incompatíveis.
Entre Curitiba e Florianópolis de 2007 a 2010, participa da Mostra dos Três, do projeto Arte Solidária e da coletiva "Estranha Modernidade". Inaugura Sila Lima Objetos e Desejos, que expõe e comercializa "objetos de essência" garimpados mundo afora. Estuda poética, estética e pesquisas de linguagem com o artista plástico e professor de Filosofia da Arte da UERJ Silvio Barros. Recebe influência de artistas como o fotógrafo Paulo Greuel. Tem seu trabalho com colecionadores de mais de vinte países.
Aposta em novos suportes, mídias e canais de comunicação como caminhos para a democratização da arte e aculturação do observador acerca de seu fantástico papel social. Participa do "Arte na Faixa", iniciativa curitibana premiada internacionalmente por utilizar a intervenção urbana em faixas de pedestres como ferramenta de conscientização popular.
Em 2011 atuou no Coletivo Par in Partes, realizando intervenções coletivas com performance e microintervenções urbanas, algumas retratadas na exposição "Zona D: Contrastes", exibida no Memorial CWB e no MAM de Cascavel para a Semana Nacional de Museus. Em 2013 expôs "Ruptura" na Galeria Tatlin, RJ. Muda de ateliê e cria um coletivo de arte multitalentos.
Inaugura em 2016 o Centro de Exposições do Grupo Thá, a mais antiga e tradicional construtora do país, com a exposição "Retratos da Urbe", que exibiu o registro fotográfico de aglomerações de distintas formas de expressão em muros "habitados" pela cena artística local.
Em maio de 2018 expõe "Libélula" no Bathé Café e Cultura e lança uma linha de ecobags assinadas e pintadas individualmente. Participa da Design Weekend SP 2018 com a Exposição "Ateliê em Trânsito".
Acumula dezenas de participações em salões de arte e mais de 40 participações em 16 edições da CASA COR. Atualmente, se dedica à produção de suas obras e a projetos de soluções em artes visuais, comissionado em sua maior parte. Publicitária com MBA em Maketing pela FGV, presta consultoria para artistas, lojas e galerias.
Sila é paulistana praticamente curitibana, livre pensadora, amante de plantas, física quântica, filosofia e antropologia. Escreve nas raras horas vagas e Inspira-se principalmente na natureza e suas cores, no micro e no macro cosmos, nos efeitos da passagem do tempo e nas incompatibilidades dos elementos.

SERVIÇO: Exposição de arte "Ateliê em Trânsito"
Loja Saccaro
Local: D&D Shopping - Av. das Nações Unidas, 12.555, Brooklyn - São Paulo - SP

Informações: Tel.: (11) 3043-9000  | 3043-9650
Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 10h às 21h; sábado, das 10h às 20h e domingo, das 14h às 19h
Estacionamento: segunda a sexta-feira R$ 32 por 3 horas.

Comentários