KLEE ILUMINAÇÃO MUITAS OPÇÕE EM LED

Lâmpadas LED em quase metade dos projetos residenciais e comerciais

Desde a invenção da lâmpada por Thomas Edison no ano de 1879, dá para dizer que o mercado de iluminação passou por duas transformações marcantes: a primeira foi na década de 1990, com a chegada das lâmpadas halógenas (dicróicas, ar 48, 70 e 11, e par 20,30 e 38). Já a segunda, muito mais recente e impactante segundo profissionais que trabalham com comércio e projetos de iluminação, foi registrada em 2013 com o lançamento dos LEDs. Isso porque essas novas lâmpadas conseguiram absorver a função das lâmpadas de efeito, como as AR e as dicróica, sem o principal problema apresentado por elas, que é o aquecimento do ambiente e o alto consumo de energia.

Na Klee Iluminação, em Curitiba, o número de clientes que hoje opta por luminárias com LED chega a 40%, mesmo estas sendo até 20% mais caras que as halógenas e as fluorescentes. No entanto, segundo a empresária e lighting designer Eliana Zielonka, já em curto prazo, a economia é significativa. Além da durabilidade das lâmpadas – cerca de 20 a 30 mil horas, o consumo é muito inferior. “Enquanto uma lâmpada fluorescente gasta 92 Watts/Hora, uma de LED com o dobro de eficiência gasta 20 watts/hora. Sem falar que ela não gera calor algum ao ambiente”, explica.

Além disso, as lâmpadas leds não pedem nenhuma mudança nos equipamentos. Praticamente todo e qualquer equipamento (luminária) pode ser usado com lâmpadas LED, uma vez que os soquetes são exatamente os mesmos. A única exceção são as lâmpadas halógenas palito, que logo deverão ter similar em LED

Mas é preciso ficar atento para não escolher uma marca que seja de qualidade duvidosa, também conhecida como ‘xing ling’. Caso contrário, o LED não proporcionará a devida projeção de luz, iluminando mais o teto, além de deixar o ambiente azulado. “Tenho um cliente que disse ter trazidos LEDs do Paraguai, mas cuja duração de algumas lâmpadas foi de apenas uma semana”, conta a empresária.

Para se ter ideia de aproximadamente quanto seria necessário investir, em um apartamento de 200 m² o gasto com iluminação custa em média R$ 5000,00 caso seja utilizado LED em ambientes como áreas funcionais (cozinha, lavanderia, closet, escritório) áreas de lazer, salas de estar, dormitórios e banheiros. Se o mesmo projeto utilizar apenas lâmpadas convencionais, o investimento será da ordem de aproximadamente R$ 4000,00 em valores atuais.

Serviço:  Klee Iluminação
Rua Fernando Torres, 35, Centro. Curitiba | PR 
41-3095-8088 / www.kleeiluminacao.com.br



Comentários